Quinta-feira, 28 de Setembro de 2006

Era tudo Mentira!

Se tudo foi mentira, o que sou, hoje, aqui? Como pudeste destruir desta forma este amor – perfeito, estes anos de cumplicidade, em que sobrevivemos a tanto, em que partilhámos tanto? Tudo mentira! Sento-me na sala e olho em frente e não vejo nada, não sinto nada. O que farei da minha vida sem ti? Não sei que comprimidos tomo, onde estão as molas da roupa, os CDs, não sei nada, esta não é a minha casa, esta é a nossa casa e o teu perfume está entranhado nas cortinas, nas almofadas, todo tu espalhados pela Lisboa das nossas varandas. Tu és o meu Norte, o local onde nasce cada dia e, sem ti, o que será de mim? Ainda não acredito, é como se estivesse aqui, mas não fosse eu, nada aconteceu, tu não abriste a porta e partiste para sempre. Só um pesadelo, só isso e nada mais. Mas hoje, quando acordei, a realidade bateu na cara e as lágrimas correram-me pelo rosto como as  contas de um rosário sem fim. Tudo mentiras! E eu, a viver esta nossa vidinha, sabia que todas as noites me embalavas, me abraçavas, me resguardavas do mundo lá fora, repleto de gente má, de gente que não me conhecia porque só tu, de facto, me conheces. E era tudo mentira, será que me amaste alguma vez? Será que tens alma para amar alguém? Que faço, agora, com o resto da minha vida? Quem me dará a mão quando tiver medo, quem jurará que tudo correrá bem, que amanhã será melhor? Mataste a melhor parte de mim e, quando saíste, levaste contigo mais que o meu coração. Levaste-me, ainda que fique aqui, só, para sempre.” Luisa Castel-Branco in Instantes – Destak 28 de Setembro de 2006.

publicado por etoulixada às 21:58
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 21 de Setembro de 2006

Três Meses

Já faz hoje três meses

Que tudo começou

E dou graças muitas vezes

Porque ainda não acabou

Hoje eu sinto-me feliz

Por seres tão boa companhia

E não me arrependo de tudo o que fiz

Pois de bom grado de novo o faria

Diz-me o sexto sentido

Que será possível um dia

Ouvir-te dizer "querido:

És a minha alegria"!

Para mim hoje assim já é

Tu és o meu Anjo, a minha fé!

JG

publicado por etoulixada às 13:38
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Setembro de 2006

Conversas contigo

Deixei-me escorregar encostada à parede do meu quarto, até ficar sentada no chão com a cabeça entre os joelhos e ali fiquei durante horas? minutos? nem sei calcular o tempo, sei que chorei baixinho e foi nessa altura que senti que estavas ali ao meu lado, falando ao meu ouvido, ouvi nitidamente “não consegues fugir de ti mesmo” nessa altura foi como se o tempo tivesse voltado atrás, não me senti aquela menina desprotegida, senti a segurança que sempre me transmitiste, e tu continuaste o teu discurso, “por mais que esperneies não consegues modificar-te, pensas sempre nos outros em primeiro lugar e menos em ti, pensas sempre no que será melhor para os outros e não no que será melhor para ti”. Depois senti que voltaste a partir deixando-me ali entregue às minhas mágoas, aos meus dilemas, foi como se uma luz se apagasse e a escuridão voltasse a envolver-me e senti-me, novamente, aquela menina indefesa que se mostra muito forte e na realidade é alguém com as suas fragilidades. A verdade é que realmente por mais que queira comunicar, eu entendo os outros, os outros não me conseguem entender a mim, é como se falasse uma linguagem que não existe. Gostaria mesmo de não ter sentimentos, fugir de mim mesma, ser mais racional, porque cada vez mais sinto alienada, mais só, mais isolada de tudo e de todos, atrevo-me mesmo a dizer que se há outros mundos, este mundo não é o meu.

sinto-me:
publicado por etoulixada às 23:36
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 19 de Setembro de 2006

Mais uma

Recebe uma flor

 sem nenhum pudor bela,

aveludada cheirosa

só pode ser uma rosa

como o meu sorriso,

sem cor mas doce e cheio de amor.

Com um beijo

mfsp

publicado por etoulixada às 13:47
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Setembro de 2006

É isto a vida

"O coração tem mil formas de se despedaçar, mas é como se tivesse só uma. Uma única, porque a dor é a mesma e não muda, não se transforma. Quando sofremos é como se o coração se partisse em mil pedaços e se apartasse do nosso corpo ao mesmo tempo, deixando-nos sem ar, sem força para viver, sem nada. As dores do amor, da desilusão, todas as dores do mundo acabam ali. Um aperto no peito e depois uma explosão. Uma e outra e outra vez. Talvez a vida endureça o coração. Talvez Deus nos tenha dado a capacidade e sobreviver àquilo que muitas vezes parece impossível, só para percebermos que efectivamente podemos reconstruirmo-nos e levantarmo-nos de novo. O ser humano é capaz de coisas surpreendentes. E por vezes tão simples como continuar em frente, como voltar a amar e a acreditar e jurar que é para sempre aquilo que é tão fugidio como a areia entre os dedos. A verdade é que ninguem nos preparou para a vida, e não seremos nós que o vamos fazer com os nossos filhos. Dizer o quê?, Para quê? Não se pode defender ninguem da vida, todo o tempo. E depois, quem nunca amou, quem nunca chorou e sofreu, nunca será um ser humano completo. Há um preço a pagar por todos as gargalhadas, pelo nascer de cada dia, o beijo trocado, a amizade nos momentos mais difícieis. Há a magia de estar vivo e aprender com todas as dores. É isto a vida." Luisa Castel-Branco in "Destak" em 14 de Setembro de 2006.

publicado por etoulixada às 08:38
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Setembro de 2006

Parabéns

Olho para esta folha de papel em branco, mas sei que preciso de escrever algo, logo hoje, neste dia... mais um ano ... quem me dera voltar ao ano de 1985 e fazer o tempo parar e dizer-te tudo o que ficou por dizer. Se fosses vivo hoje farias 45 anos, mas mesmo assim quero deixar aqui uma mensagem a ti.. sei que não a vais ler, mas sinto que onde tu estejas a vais receber porque sei que DEUS existe e sempre soube o que seria melhor para ti, embora nós, os que te amamos e nunca te esqueceremos, nunca iremos entender esta perca, de certa forma até achamos que foi injusto, mas acabamos por nos resignar. Confesso que há dias atrás fiquei feliz com a atitude do meu filho, e comentei com os meus botões, que até no pensar é mesmo meu filho, o sangue fala mais alto, embora o neguem, aos pouco e pouco vão ter mesmo que aceitar a realidade e a verdade, aquele sorriso não nega que é tua filha ... acredita que estremeci ao cumprimenta-la e ao sentir aquele sorriso quente e meigo, fez-me voltar alguns anos atras, sim esteve cá em casa e ... mais uma vez o meu filho subiu na minha consideração (se alguma vez eu vacilei na firmeza do meu filho, correspondeu às minhas expectativas) porque ele, mais uma vez, marcou a sua posição em relação ao “tabu” que irá sempre pairar a nossa família. Mais uma vez te desejo PARABENS por este dia, e fundamentalmente, pelo homem que foste, apesar da tua curta passagem por esta vida... mais uma vez peço perdão de não ter conseguido chegar a tempo.. de qualquer modo Parabéns pela pessoa que tu foste e se hoje sou o que sou, também deste o teu contributo.  

publicado por etoulixada às 00:01
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Setembro de 2006

Homenagem

Em homenagem às vitimas do 11 de Setembro:

Imagine

Imagine there's no heaven
It's easy if you try
No hell below us
Above us only sky

Imagine all the people
Living for today

Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion too

Imagine all the people
Living life in peace

You may say, I'm a dreamer
But I'm not only one
I hope some day you'll join us
And the world will be as one



Imagine no possessions
I wonder if you can
No need for greed or hunger
A Brotherhood of man

Imagine all the people
Sharing all the world

You may say, I'm a dreamer
But I'm not only one
I hope some day you'll join us
And the world will be as one

Lennon

lyrics up

 

publicado por etoulixada às 21:44
link do post | comentar | favorito
|

"Tenha fé em si mesmo, porque Deus habita dentro de você. Portanto, ter fé em si mesmo é ter fé em Deus. Tenha confiança em suas capacidades, e caminhe sem temer os obstáculos. Você pode vencer! Você vai vencer! Corresponda à confiança que Deus depositou em você, quando lhe entregou as capacidades de que dispõe, para que você as desenvolvesse e pusesse em prática." http://www.minutodesabedoria.com.br/
publicado por etoulixada às 13:36
link do post | comentar | favorito
|

.Um blog só para mim, para quando me sentir em baixo, vir aqui "beber" algo que me alimente a alma, momentos retirados do "meu" baú das recordações...

.pesquisar

 

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.escrevi há pouco

. Foi tudo uma MENTIRA pega...

. Amor é...

. Parabens!!!!

. PEIXINHA

. para ti.....com carinho.....

. Onze minutos

. Pensamento do dia

. Hoje

. A morte e a confissão

. Meu coração parou

.O que escrevi antes

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006